Contento-me com a estupidez

Ir para ficar sentado; chamar para ficar calado; sorrir para não ser notado; fingir-se contente com o descaso; ausentar-se do ânimo para o futuro, abster-se à diversão, às festas, ao tumulto… Seriedade sem motivo; permanente olhar inibido; pouco caso com casos alheios… Um motivo para tudo; infinda racionalidade; fazer tolos os seus, permitir-se ao cansaço. Adiar o abraço; poupar os comentários; limitar as ocasiões. Mudar de ideia; mudar de vida; abandonar as roupas… Mudar as músicas, mudar a trilha; fazer-se em ti uma “outra”…  Maldita maturidade.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: