Noutra noite.

Eu me cansei…

Da improdutividade, da ausência de motivos, da ausência de sentidos, da ausência, tão somente dela… Eu me cansei das músicas, do violão, dos livros, das férias, dos dias, do Sol, ah… Esse principalmente.

  Eu em cansei da alegria me cansei dos sorrisos, me cansei da alienação, me cansei da decepção, me cansei da tristeza, não posso eu de tudo me cansar?

 Cansei-me de tudo querer, me cansei de nada querer… Eu já acordo cansado! Cansei-me de não ter um amor, me cansei de não querer um amor, me cansei desse nome…

  Cansei-me de existir, mas cansado demais estou para pensar em partir, cansado demais estou para sumir daqui, cansado demais estou para agora, na ultima hora, desistir… Sim, cansado demais estou, não sei como será daqui por diante, nem sei como foi até agora. Ao menos esse texto chegara ao fim, antes que eu me esgote de vez.

  Mais uma dose, por favor.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: