Retrato (?)

Nada de Sol e praia, prefiro o frio e o chocolate quente. Posso não querer festa e já ter alugado o filme… Nas noites mais animadas eu estou para o dia, nos dias contagiantes eu posso preferir a madrugada. Vou sorrir quando esperavam que eu ia chorar, vou escolher o preto em vez do azul, o rosa quando tinha que ser o branco… Vou exagerar se exigirem limites, vou limitar o que querem em abundância, vou dizer sim enquanto todos esperam um “não”. Não gosto dos cães, nem dos gatos. Vou para o rock no dia do samba e morrer de sambar na festa de rock. A minha irmã de 10 anos desenha melhor do que Tarsila, o hippie “arteiro”, de quadros em cerâmica na feira-da-lua, que é o cara! Eu vou de terno pra Sapucaí e nu para o Natal! Eu vou berrar no mais sublime silêncio e calar quando os oturos vierem à gritar. Estarei cantando Beatles se estiverem em guerra… Não quero ser o seu berço, sou o avesso, sou o que quero. Quando forçar a sustentabilidade de um diálogo estúpido, ficarei calado. Havaiana é sapato, álcool é pior que maconha… Deus é como o velhinho gordo que puxa um trenó guiado por renas. Para alguns sou auto-suficiente, para outros, deprimente. O que pensas, por sinal,  não faz diferença. Se faz lógica ou se não faz, se “faz-lhe” bem ou não lhe faz; Que importa? Vou parafraseando… Pois são as palavras que sustentam a alma e não as pessoas.

Anúncios
Etiquetado
%d blogueiros gostam disto: